sábado, 21 de janeiro de 2012

Capítulo 42 - "A Cidade do Amor"

Harry agarrou suavemente na cara de Sara e quebrou a distância entre eles, beijando-a. Sara não resistiu e deixou-se levar mas logo de seguida, travou-o para pensar.

Harry - (encolhendo-se) Por favor, não me dês outra chapada!
Sara - Não... já levaste que chegue. Mas entende que eu estou magoada!
Harry - Eu já entendi isso e compreendo mas tu também tens de entender que estou com saudades tuas e a razão por ser tão chato é porque não te quero perder... tu és a única na minha vida!
Sara - (deita uma lágrima) Harry... dá-me boas razões para eu puder confiar em ti, é só o que te peço.
Harry - Não vamos sair daqui hoje se eu as disser... é uma lista interminável! Começando por tu seres a pessoa mais importante da minha vida... e eu te amar imenso.
Sara - (ri-se um bocado) Prova que me amas...
Harry - Quando tu acabaste comigo, eu senti-me a pessoa mais estúpida, odiei-me completamente naquele momento e não consegui conter as lágrimas... eu chorei por ti, sofri por ti e voltaria a sentir isso tudo de novo por ti se fosse preciso. Eu nunca chorei por ninguém por isso só prova que és muito especial para mim e que não quero mais nenhuma para além de ti!
Sara - (começa a chorar) A sério...?
Harry - (deixa escapar uma lágrima) Sim... por favor amor, perdoa-me!
Sara - (sorriu-lhe) Eu não consigo estar mesmo chateada contigo durante muito tempo, pois não?

Não foi preciso resposta pois Sara não resistindo mais, agarrou-o e beijou-o apaixonadamente. Harry retribuiu e começou a levá-la até ao sofá. Sentaram-se e fixaram o olhar nos dois recordando os bons tempos.

Harry - Isso é um sim?
Sara - (acaricia-lhe o rosto) O que achas?

Harry abraçou-a e nunca mais a largou. Começaram-se a deitar na esperança de recuperar o tempo perdido... e acabou por acontecer. Do outro lado do país, ia Bruna e Louis no avião a caminho de Paris. Bruna ia com a cabeça encostada na janela meio a dormir e Louis reparando, pousou-a nas suas pernas, deu-lhe um beijo na testa e foi a viagem toda a acaricia-lhe o cabelo e o rosto, acabando por adormecer. Niall e Inês iam a caminho do parque muito divertidos e a conversar.

Inês - Sabes nunca pensei em conhecer tantos amigos novos... mas estou a gostar muito deles.
Niall - Eu também conheci uma pessoa e estou a gostar muito dela...
Inês - (curiosa) Quem?
Niall - (olha para ela e sorri-lhe) Estou agora mesmo a olhar para ela.
Inês - (vira a cara envergonhada) Oh... eu também.

Entretanto, aparece um cão e Inês que ia distraída a olhar para a praia, assustou-se imediatamente com ele, saltando para o colo de Niall que estava mesmo a seu lado.

Inês - (fixa o olhar no dele) Hãm, de-desculpa...
Niall - (surpreendido) Não faz mal.

Começaram-se a aproximar cada vez mais e de repente deram-se pelos os dois a beijarem-se. Inês assim que acabou o beijo saiu dos braços de Niall, muito envergonhada mas Niall parou-a.

Niall - (agarra devagar a mão) Espera... desculpa se me precipitei.
Inês - Não, nada disso... eu até gostei.
Niall - (contente) A sério? Porque eu pensei que não...
Inês - (olha para ele e aproxima-se) Era o que eu queria já a muito tempo.
Niall - Eu também. Tenho uma pergunta para te fazer...
Inês - E qual é?
Niall - Queres namorar comigo?

Inês sorriu-lhe e nem resposta lhe deu, apenas o beijou. Niall soube imediatamente que a resposta era sim e por isso sentiu-se muito feliz naquele momento. Continuaram a passear durante a tarde, de mãos dadas ainda muito tímidos um com o outro, coisa que com o tempo, iria passar. No avião, ia Louis e Bruna que acordaram com a chamada do piloto a dizer que iam aterrar. Finalmente em Paris, saíram para o aeroporto e foram buscar as malas. Louis ainda se armou em brincalhão (como sempre) no aeroporto mas de seguida foram para fora, apanhar um táxi.

Louis -  (agarra-a pela cintura) E pronto, amor! Hoje começa as nossas merecidas férias... o que é que queres fazer primeiro?
Bruna - (com os braços de volta do pescoço dele) Primeiro ir até ao hotel, deixar as malas e depois andar por Paris a tirar fotografias, que tal?
Louis - Muito boa ideia. Vamos!

Entraram no táxi em direcção ao hotel (aquele que quiserem). Assim que chegaram, foram até a recepção buscar a chave do quarto e deixar as malas. Agarraram na máquina fotográfica e em tudo o que iam precisar e durante toda a tarde, andaram por Paris a tirar fotografias juntos e a tudo o que viam. Aquele tarde prometia e estava a ser do melhor... os dois, juntos, muito apaixonados e de férias na Cidade do Amor, o que poderiam pedir mais?


2 comentários:

  1. AMEI! Acabei de ler os dois últimos capítulos, e estão um máximo!
    Postem rápido!

    ResponderEliminar