segunda-feira, 30 de abril de 2012

Capitulo 1 - " novos conhecidos "


(Irina)
Katte  : Meninos estão despachados? – gritava a minha mãe num estado de nervos enorme.
Era hoje o batizado do meu sobrinho, o filho da minha irmã mais velha a Jessy.
Diana : Sim mãe. – Disse pronta a sair do quarto.
Decidimos que não íamos de igual para não ser sempre a mesma coisa. Eu fui assim ( http://www.polyvore.com/cgi/set?id=47199861 ) e ela assim (http://www.polyvore.com/ii/set?id=47201323 ) quando descemos estava lá o nosso pai e o nosso irmão .
Jon : Bem eu devo ser muito bonito para ter umas filhas assim. – Disse o nosso pai pousando o jornal em cima da pequena mesa que estava no centro da sala e levantando-se do sofá.
Louis : Umas filhas e um filho se faz favor! – Com ar de chateado.
Diana : Não és nada convencido Jon Tomlinson . – Brincava a Diana
O nosso pai estava como estão todos os homens nestas festas, com um fato preto, uma camisa branca e uma gravata vermelha, e a minha mãe pelos vistos ia a combinar com ele(http://www.polyvore.com/cgi/set?id=47202509 ) já o nosso irmão ia com umas calças vermelhas, uma camisola branca e com suspensórios como sempre.
Katte : Bem vamos andando que eu não quero chegar atrasada ao batizado do meu menino.
Tom : vamos mulher.
Saímos de casa, eu os meus irmãos e a minha mãe ficamos á espera que o nosso pai tirasse o carro da garagem, quando assim o fez, entramos dentro do carro e fomos direitos á igreja.
Jessy : Olha meu amor, quem chegou os avós, as tias e o tio.- Disse a minha irmã (  http://www.polyvore.com/cgi/set?id=47205058 ) ao meu sobrinho.
Katte : Oh netinho da avó minha coisa mais boa.
Irina : Ai oh mãe olha ai a baba ! (brincar)
Cathe : Fala a madrinha babada.
Sim, eu ia ser madrinha do filho da minha irmã, e o padrinho ainda não sabia quem era. Fomos todos para dentro da igreja cumprimentei o meu cunhado. Os meus irmãos e os meus pais foram-se sentar e eu tive que ficar ali ao lado da Jessy , a missa começou e ainda não tinha chegado o padrinho do menino, estava quase na altura do batismo quando vejo um rapaz de estatura média, loiro e de olhos azuis a entrar pela igreja dentro bastante atrapalhado pois já estava atrasado meia hora, ele chegou-se perto do meu cunhado ao qual ele disse para o rapaz vir para ao pé de mim.
Xxx : Serás a madrinha certo? – Disse ele para mim com a respiração forte, de quem tinha estado a correr.
Irina : Sim sou a madrinha e tu pelos vistos és o padrinho.
Xxx : Sim , Niall Horan irmão do teu cunhado, prazer! – Sorrindo.
Irina : Irina Tomlinson, irmã da tua cunhada, prazer! – Retribuindo o sorriso.
Niall : É impressão minha ou vi-te ali sentada atrás.- Um pouco confuso.
Irina : Não, viste a minha irmã gémea.
Niall : São… - foi interrompido pela voz da Jessy a chamar por nós.
Depois do batismo fomos todos para casa da minha irmã, um almoço de família e alguns amigos, no jardim da casa dela.


Jessy : Irina, Diana, Louis cheguem aqui. – gritava a Jessy.
Louis : Que queres chata?
Jessy : Apresentar-vos o irmão e o primo do Carlos! Este é o Niall o irmão, e este é o Harry o primo, estes são os meus trigémeos mais lindos, o Louis a Diana e a Irina. Bem agora fiquem aqui os cinco e divirtam-se. – O Carlos era o marido da Jessy, não tinha nada a ver com o irmão.
( Diana )
Era agora que eu ia ter um ataque cardíaco, aquele Harry era tão mas tão lindo, e o Niall também não era nada mau, mas a Irina pelos vistos já lhe tinha os olhos em cima, apesar de saber que de momento rapazes era o que ela queria longe da vista e principalmente do coração.
Harry : Bem vamos sentar-nos?
Fomos todos sentar-nos nos bancos ao pé da piscina e a conversa lá apareceu.
Niall : Trigémeos oh meu deus, também vos acontece aquelas coisas que um pensa e os outros sabem o que ele está a pensar? Ou quando acontece alguma coisa de mal a um o outro sente?
Irina : Não somos trigémeos , o Lou e um ano mais velho que nós, mas pode-se dizer que isso é verdade.
Diana : Sim, até porque eu sei o que o Louis está a pensar a olhar para aquela rapariga!
Louis : Eu só estava a ver quem era! – Disse com tom de chateado.
Niall : Quem me dera ter um irmão gémeo, mas saiu um banana moreno e eu sou loiro , já para na falar que sou o mais bonito!
Irina : E convencido também! – a minha irmã ao ter dito isto, disse mas não na brincadeira, acho que o seu feitio voltou, afinal o que é bom acaba rápido, vi-a a guardar o telemóvel, devia ter sido alguma mensagem que a deixou assim.
(Irina)
Era agora que ia entrar num estado de nervos enorme, recebi a mensagem mais estupida da pessoa mais estupida deste mundo inteiro “Sabes que o nós ainda não acabou, sabes que eu te amo, eu não quis fazer aquilo, eu sei que me amas, volta para mim e eu faço tudo o que quiseres” e respondi “O nós já acabou tu é que não queres ver isso, era meu irmão Robert, e quem magoa o meu irmão magoa me a mim, sim amo-te mas isso vai acabar, não quero que faças nada , aliás apenas uma, deixa-me em paz” antes de enviar respirei fundo, para ter a certeza se era aquilo que eu lhe queria dizer, e então acabei por enviar, o Robert era o meu namorado, nunca gostou do meu irmão porque o meu irmão acabou com a sonsa da irmã dele, e então decidiu bater no meu irmão, isso eu não admito, o Lou não tem culpa da rapariga que lhe foi calhar, até parece que é uma santinha.
Niall : Estás bem Diana? – Olhando para mim.
Irina : Não sou Diana, sou Irina se faz favor, e que isso te interessa? – Levantei-me e fui para dentro de casa ter com o Pedro, o meu sobrinho.
(Louis)
Niall : Ora bolas, disse alguma coisa de mal?
Louis : Não disseste nada, este feitio é o normal.
Harry : São todos assim?- Fazendo cara de assustado.
Diana : Não, por sorte nossa só a Irina é que tem aquele feitio.
Já se estava a fazer tarde, acabamos por jantar e ir embora cedo pois amanhã o tardar era o mais cedinho possível. Quando chegamos a casa fui a logo para a casa de banho para tomar um grande banho e ir-me deitar, enquanto as minhas irmãs e a minha mãe ficaram-se a queixar das bolhas que os sapatos lhes fizeram nos pés, e o meu pai a ouvi-las sentado no seu habitual sofá. Quando estavam todos prontos a deitar, fui ao quarto dos meus pais desejar-lhes as boas noites, coisa eu fazia todas as noites, eu e as minhas irmãs, depois fui ao quarto delas, sentei-me em cima da cama da Diana que é a que está mais perto da porta.
Louis : Minhas princesas, amanhã é o vosso dia, e eu vou estar lá para vos apoiar.
Irina : Obrigada maninho, és o melhor.
Louis : Estás melhor Irina? Que se passou? – Disse preocupado.
Irina : Foi o Robert, mandou-me mensagem a dizer que queria voltar. – Disse ela virando a cabeça para baixo em sinal de tristeza, eu sabia que ela ainda o amava, mas a melhor escolha era deixa-lo.
Diana : O que?! Esse merecia que eu lhe enf…
Louis : Que tu lhe nada, a decisão é da Irina, eu já lhe disse que ela não precisa de se chatear com ele por minha causa.
Irina : Irmãos acima de tudo!- Levantou-se da cama e sentou-se no meu colo, abraçou-me de seguida tendo a Diana se juntado a nós, este sempre foi o nosso lema, e o porque de sermos tão unidos.
Fui me deitar, adormeci e só acordei na manhã seguinte as seis da manhã, fui tomar banho e de seguida fui para a garagem arranjar as pranchas das minhas irmãs.

Sem comentários:

Enviar um comentário