domingo, 20 de maio de 2012

capitulo 4 - ' O primeiro olhar '




Cathe : Meninos vamos para a mesa! – gritava a nossa mãe, fazendo-nos parar o nosso jogo do UNO, hoje a Eleonor jantava cá em casa pois os pais dela trabalhavam até tarde, e em principio também dormia cá, para minha alegria e da minha irmã, ah já para não dizer que também a Eleonor metia alegria pois passaria uma noite com o meu irmão, depois de jantar-mos fomos ao bar da praia como fazíamos todas as noites, mandamos mensagem ao Harry e ao Niall, ao qual eles responderam que iam.

Tom : Não cheguem tarde, amanhã já é dia de escola.

Saimos de casa eu e a minha irmã estávamos assim : http://www.polyvore.com/cgi/set?id=47710089 a Eleonor assim : http://www.polyvore.com/el/set?id=47710744 e o meu irmão ia com uns calções vermelhos até aos joelhos e uma camisola branca com riscas azuis, sim esse é o lock do meu irmão, e tenho a dizer que a Eleonor tem bom gosto de não fosse meu irmão, bem.

(Diana)

O Lou levou a carrinha para quando viermos para casa não viros pela noite, pelo que a minha mãe dizia. Quando lá chegamos, eu fiquei cá fora a falar ao telemóvel com uma colega de turma que me estava a perguntar quais eram os trabalhos de casa para amnha, mas eu não sabia. Quando estava prestes a ir ter com os outros lá dentro, vejo a namorada do Niall se não me engano a Carol, aos beijos com um rapaz moreno, alto, bastante bonito até, aliás era o rapaz que veio contra mim hoje de manhã na praia, sai logo dali para ela não me ver, afinal tudo o que eu tinha pensado dela era verdade, e também será verdade que não vai com a minha cara Quando voltei para dentro estavam todos sentados, o Niall e o Harry também, aquele Harry era mesmo de faltar o ar, aquele sorriso , aqueles olhos verdes, e para não falar naqueles caracóis, fiquei ali na entrada do bar parva a olhar para ele quando de repente levo um encontram.

Diana : Au, veja lá por onde anda ! – disse irritada, não goste que venham contra mim, muito menos raparigas pindéricas, sim era a Carol.
Carol : Vê lá tu onde ficas parada, achas isto um lugar apropriado para estar parada ? –disse com a voz irritante dela.
Diana : Se tivesses olhos na cara e olhasses para a frente, mas desculpa essa água ai dentro dessa cabeça faz com que não vejas, nada, desculpa. – o facto de ela ter olhos azuis ainda ajudava mais ao meu gozo.
Carol : Estás-te a habilitar miúda.
Diana : A mim não me chamas miúda oh arvore de natal andante. – já me estava a passar literalmente, já todo o bar estava a olhar para nós, sim porque aquela voz faz soar no outro lado do mundo.
Carol : Deixa-me em pás e vai ter com a tua cópia mal feita.

Era agora que tinha passado dos limites, sem pensar nas concequencias deixei a mala cair no chão, e dei-lhe um estalo, ela sem esitar, começou a puxar-me os cabelos, e também começou aos gritos, já não suportava aquilo, acho que daquele momento ia sair mais surda do que magoada.

Niall : Parem já ! – tentou meter ordem naquilo, mas não ia ser uma voz que me ia impedir de dar uma lição á quela coisa.
Sinto umas mãos a agarrar-me por trás, pensei que fosse o meu irmão, mas quando dei conta era o Harry pelo que percebi o Lou tinha ido á casa de banho.

Harry : Estás bem ? – disse preocupado ainda agarrado em mim.
Diana : Sim, podes-me largar, obrigada.
Irina : Que te deu ?
Diana : Nunca fui com aquela rapariga, nem por nada, mas contigo falo depois.
Harry : Vem comigo ali á casinha dos nadadores, tens um arranhão na cara, temos de desenfetar isso, se não o veneno ainda passa para ti. – o que o Harry disse-me fez me a mim e a elas rir, eramos as únicas que ali estávamos, o Niall tinha saído dali com a sua querida.
Eleonor : vai lá tratar disso, está a ficar feio.

O Harry levou-me até á tal casinha, levei o caminho todo a refilar e ele a rir-se das minhas patetices . Quando lá chegamos ele dirigiu-se a um armário e tirou um pouco de algodão e de seguida o álcool.

Diana : Isso vai arder  e não é pouco.
Harry : Sim vai, mas o que arde cura, vá chega-te aqui.

Comecei a andar em volta do banco que estava no meio da pequena casinha

Harry : Anda cá tonta, não fujas.
Diana : Não quero. – por fim ele agarrou-me e sentou-me no banco no qual se sentou a meu lado.
Harry : Não sabia que eras medricas ! – Disse sorrindo.
Diana : E não sou, não gosto é dessas coisas.

Ele ia com a mão em direcçaão a minha cara com o algodão já mergulhado em álcool, limitei-me a agarrar-lhe no braço, ele baixou a cabeça e sorriu, levantando-a de seguida e fitando aqueles olhos verdes nos meus. Senti o sangue apoderar-se das minhas bochechas como já não acontecia á muito tempo, as borboletas faziam-se sentir na barriga .

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Capitulo 3 - ' o 2º lugar '


The Boo Bear getting Ready to Surf!

(Irina)

Não estava a acreditar no que estava a ouvir, ia competir logo com a rapariga que mais odiava, agarrei na minha prancha vesti os calções e fui a correr para a beira-mar, quando o fazia estava um rapaz loiro, o seu corpo era bem estruturado, estava em cima da mota de agua, parecia o Niall mas não lhe vi a cara e também duvidei, o meu corpo paralisou, as borboletas na barriga apareceram, e um grande sorriso se formou no meu rosto, até que acordei quando ouvi a buzina para dar ordem para entrarmos dentro de agua, ai dei conta do monte de gente que gritava o meu nome, concentrei-me no que estava a fazer, remei até chegar a um bom sitio onde apanhar uma onda, a primeira onde foi a Cathe que a apanhou e admito que se tinha saído muito bem, agora era a minha vez, era ali que ia mostrar o que valia, preparei-me e assim foi, quando vi a grande onda a aproximar-se de mim continuei a remar até que chegou a altura, quando dei por mim estava em cima da prancha com muitas pessoas a aplaudir-me, a primeira correu muito bem, mas tinha que apanhar três, faltavam-me duas. Quando foi a vez de Cathe apanhar a sua segunda onda mais uma vez correu bem, já estava a ficar preocupada.

(Eleonor)

Estava muito calor, mal se podia estar ali, já me doía a cabeça de ter tanta gente a gritar em meu redor e este sol forte também não ajuda nada, mas é por uma boa causa, todos gritavam “ Irina “ e poucos eram os que eu ouvia a gritar Cathe, talvez por ela ser a miúda mais irritante da escola.

Diana : Eleonor, porque não participas-te?!
Eleonor : A minha prancha partiu-se um dia antes da inscrição. – Sim é verdade, podia ter comprado outra mas não valia apena, era aquela a minha menina que me dava sorte.
Diana : Que mau.
Eleonor : E tu, porque não participas-te?
Diana : Hoje de manhã tive a vomitar, e é melhor não me meter nisto antes que aconteça alguma coisa de mal.

 (Irina)

Era agora a minha segunda oportunidade, não correu tão bem como da primeira vez, a onda vira muito forte e não consegui aguentar-me em cima da prancha muito tempo, cai e senti-me bastante aflita pois não conseguia vir ao de cima, o enrolar da onda era bastante forte, quando finalmente consegui vi outra onda a vir, respirei fundo e mergulhei, a pressão da onda fez com que batesse com o ombro nas rochas que ali estavam, depois disso, onde ouvi o barulho da mota de salvamento mas não a conseguia ver.

Xxx : Sobe e agarra-te bem!

Era ele, o loiro , aquele que tinha visto antes de entrar na água, consegui subir para a “prancha” que estava agarrada á mota, que me levou até á areia onde vi monte de gente a vir na minha direção.

Xxx : Estás bem? … Irina? – Disse ele lembrando-se de mim.
Irina : Niall ?! – Ainda não conseguia ver bem tinha os olhos nublados.
Niall : Anda eu ajudo-te a levantar.
Irina : Não preciso obrigada.

Quando me ia a levantar ia caindo para o lado mas o Louis estava lá e agarrou-me, ele a Diana e a Eleonor levaram-me para a tenda de primeiros socorros e para maior espanto tinha lá o nadador salvador, que por acaso era o Harry.

Harry : Então que se passou? Vocês? – Espantado .
Diana : Sim nós, vá agora trata-lhe do braço para ela voltar para o mar.
Harry : Calma tanta agressividade. – Disse ele já tratando das coisas para me limpar o sangue me escorria pelo braço devido ao arranham que tinha feito ao raspar na rocha.

Depois de estar tudo pronto, voltei a dar entrada no mar, queria agradecer ao Niall, mas não tive oportunidade, porque depois de me levarem para a tenda de primeiros socorros nunca mais o vi. Só faltava uma onda e correu-me lindamente, ao contrário de Cathe, não conseguiu acabar o tubo, caiu a meio. Depois de saber que fiquei em segundo lugar, fiquei bastante contente pois também não foi a mal criada da Cathe que ganhou, mas sim uma rapariga que não é de cá. Fomos todos para o bar, no caminho encontramos os Harry.

Louis : Olá, queres vir ao bar?
Harry : Pode ser, estás melhor Irina? – Preocupado.
Irina : Sim, obrigada.- Sorri.
Harry : De nada, estou cá para isso, parabéns, segundo lugar não é nada mau, e pelo que ouvi dizer foi por muito pouco.
Irina : Obrigada, sim nada mau mesmo.

Quando chegamos ao bar sentamo-nos na esplanada e fizemos o nosso pedido.

Harry : Não sabiam que eras surfista.
Irina : Não sou só eu, todos nesta mesa são.- Disse fazendo-o ficar admirado.
Harry : Quem me dera.
Diana : Nós também não sabíamos que eras nadador salvador.
Eleonor : Sim nunca te vimos aqui.
Harry : Como sabem mudei-me para cá á pouco tempo e sexta é que comecei a trabalhar.
Irina  : Sexta estávamos na escola não viemos cá.
Louis : Pois é, mas e a tua escola?
Harry : Já acabou, quer dizer, só falta esta semana á qual eu vou faltar, na ultima semana de aulas não se dá matéria, pelo menos para mim. – Ri-me.

Estava a gostar da conversa, mas estava achar estranho o desaparecimento do Niall, afinal á momentos estava ali na praia, e depois vejo outro rapaz no lugar dele. Quando olho em redor, vejo-o a subir as escadas do bar com uma rapariga de baixo do seu braço, morena e de olhos verdes, que logo a primeira vista parecia mimada e irritante.

Harry : Bem ali vem o Niall e a sua dondoca. – Disse fazendo um gesto com as mãos no ar em sinal de gozo, afinal o que eu pensava era verdade.
Niall : Olá pessoal.
Todos : Olá.
Niall : Estás bem Irina? E parabéns pelo segundo lugar. - Sorriu
Irina : Sim estou bem, e obrigada por me teres ajudado.- Retribuindo-lhe o sorriso.
Niall : De nada, é o meu trabalho.

Pelo que me apercebi a namorada do Niall era mesmo muito insuportável, depois de trocar-mos os números com o Niall e com o Harry viemos todos para minha casa menos eles os dois.

sábado, 5 de maio de 2012

capitulo 2' o campeonato '




(Irina)

Diana :Irina acorda! – Gritava a Dii aos meus ouvidos.

Como é tão bom acordar com os gritos da minha irmã logo bem cedo, já sabe ela que não o deveria ter feito, quando acordo assim ninguém me atura o dia inteiro, fico extremamente mal disposta.

Diana : Ainda estás na cama? É hoje e ainda estás na cama? Sinceramente Irina Tomlinson.

Agora sim acordei, lembrei-me do campeonato de surf, era hoje o grande dia e eu estava deitada na cama a dormir como se nada fosse, como me pude eu esquecer, levantei-me a correr e fui direita á casa de banho, despi-me e entrei na banheira, tomei banho em cinco minutos coisa que nunca acontecia, quando sai enrolei-me a toalha e fui direita ao meu quarto vestir-me (http://www.polyvore.com/cgi/set?id=47189823), de repente a Dii entra-me pelo quarto a dentro, estava mais nervosa que eu (http://www.polyvore.com/cgi/set?id=47191132).

Diana : Irina estás atrasada, vamos vamos tens que ganhar aquelas raparigas todas, ou não te chamas Irina Tomlinson.
Irina : Tens não mana, temos que ganhar.
Diana : Eu não vou puder ir, já estive a vomitar e sabes como são as regras, fica para a próxima. Vá rápido mexe-te.
Irina : Tens calma Di, ainda falta um pouco e eu já estou pronta, o meu medo é a Cathe.
Diana : A Cathe não percebe nada daquilo.
Irina : Ela é muito boa naquilo e tu sabes disso.
Diana : Mana nunca gostas-te dela e agora estás a elogia-la?!
Irina : Não, eu vou conseguir! – Sabia que a Cathe era uma grande surfista, mas pensar negativo não me ia levar a nada.
Diana : Isso mesmo, agora vá vamos e é se não queres chegar atrasada.

Quando estávamos prestes a sair do quarto, entra o Louis.

Louis : Ora que surfistas de banheira, isto são horas de acordar para um campeonato? As vossas pranchas já estão prontas, tive dês dás seis da manhã a tratar delas.
Diana : Eu não vou Lou!
Louis : Porque mana?
Diana: Acordei muito mal disposta e já tive a vomitar, não sei o que se passa, talvez foi alguma coisa que comi ontem que me fez mal, queria tanto participar neste campeonato.
Irina : Vão haver mais oportunidades, e se eu ganhar dedico-te a ti.
Louis : Ok. – Fazendo cara de chateado.
Diana : Olha o nosso maninho com ciúmes. – Rindo-se juntamente comigo.
Irina : E a ti também. – Saltei para cima dele e abracei-o.

Descemos as escadas, fui á cozinha e agarrei numa maça para ir comendo pelo caminho, pois não tinha tempo para mais, apesar de aquilo ser muito pouco para o que eu ia fazer. Fui á garagem para ir buscar a prancha, mas quando lá cheguei o Louis já tinha a prancha dentro da carrinha dele, e tudo pronto para irmos. E assim foi, ele foi a conduzir e chegamos lá num instante. Quando nos começamos a aproximar da praia começamos a ver uma multidão imensa e umas ondas boas de se apanhar, fui direita á cabana onde se dava a presença.

Irina : Bem tenho de ir para ao pé das outras concorrentes, Amo-vos muito!
Diana : Boa sorte, e já sabes, dá cabo delas.
Louis: Exatamente.

Sorri-lhes e virei costas quando o Lou assobiou olhei para trás..

Lou e Dii : Também te ama-mos. – Sussurrando.

Aqui estava a motivação, sorri-lhes e fui para ao pé das outras raparigas com quem ia competir.

(Diana)

Quando a minha irmã se foi embora de ao pé de nós, liguei á Eleonor para saber onde ela estava, pois íamos estar juntas durante o concurso.

Chamada On #

Eleonor : Olá amor, onde estás?
Diana : Á tua procura.
Eleonor : Eu estou aqui á frente da mota de água que é utilizada para salvamento, levantei-me agora vê se me vês.
Diana : Sim linda.

Chamada Off*

Louis : Eu já lá vou ter, vou buscar um sumo para beber, queres alguma coisa?
Diana : Um também mano, obrigada.

Quando o Louis virou costas para ir para o bar apalpei-o e ele olhou para trás e sorriu, depois fui ter com a Eleonor. No meio do caminho um rapaz que vinha a correr veio contra mim fazendo-me cair.

Xxx : Desculpa, foi de sem querer.- Esticou a mão para me ajudar a levantar.
Diana : Podias ter mais cuidado, acho que não sou transparente. – Disse eu um pouco irritada e segurando-lhe a mão.
Xxx : Já pedi desculpa, agora que penso que estejas bem, tenho de ir.
Diana : Adeus.

Quando olhei em frente estava a Eleonor a olhar para mim e a rir-se, fui me aproximando dela.

Eleonor: Tadinho do menino, parecia atrapalhado. A beleza da Diana Tomlinson é imensa! – Rindo-se.
Diana : Olha deixa de ser parva, será que falta muito para começar?
Eleonor : Não sei.

Mal Eleonor acaba de falar ouvimos uma voz um pouco grossa vinda das colunas que estavam perto do bar.

xxx : O concurso vai começar, as ondas estão maravilhosas e as concorrentes bastante nervosas, e não é para menos, estas ondas estão mesmo muito grandes, mas tudo vai correr bem, as concorrentes que vão dar inicio a este campeonato serão , Cathely Sebastian de 18 anos e Irina Tomlinson também com 18 anos, boa sorte miúdas.