sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Capítulo 10 - "Melhor que Nunca..."

Sara, seguiu até casa de Harry. Quando tocou à campainha, a mãe de Harry abriu-lhe a porta.
Mãe do Harry : Olá querida! À muito que não te via! Estás boa?
Sara : Olá! Sim e a senhora?
Mãe do Harry : Oh não me trates por senhora, trata-me por Hayley. Vieste ter com o Harry?
Sara : Sim, ele está?
Hayley : Vieste em má altura querida. Ele está chateado com qualquer coisa. Mesmo muito chateado, mas não me disse o porquê. Eu liguei-lhe e ele disse-me que chegava tarde.
Sara –:Sabe onde ele está?
Hayley – Ele pediu-me para eu não dizer onde ele estava, mas, como é para ti, eu digo-te. Ele está na praia, acho eu.
Sara : Obrigada. Até logo!
Hayley –:Até logo! E vai com cuidado!
Sara foi até à praia. Procurou bastante e não encontrava Harry em lado nenhum. Decidiu começar a andar na areia, pois já estava um pouco cansada. Quando estava a chegar perto das rochas, viu Harry. Caminhou em direcção a ele sem fazer nenhum barulho.
Sara : Aleluia! Encontrei-te!
Harry : O que é que estás aqui a fazer? – Disse com um ar zangado.
Sara : Tu, ligaste-me. Não te lembras?
Harry : Lembro mas acho que preferias ter ficado ao pé do Liam… - Disse enquanto fechava os olhos e se deitava para trás em sinal de desprezo.
Sara : Que conversa é essa? O que é que te deu?
Harry : Nada. A mim nada.
Sara :O que é que eu te fiz para levar com o teu mau humor? – Enquanto dizia isto colocou a cara perto da de Harry. – Olha para mim!
Harry (Enquanto abria os olhos) – Porque é que deixas-te o teu namorado pendurado, e vieste à minha procura?
Sara : Okay… Já percebi! Mas o Liam não é meu namorado!
Harry : Mas eu vi-vos aos beijos!
Sara : Desculpa?! Quando?!
Harry : Hoje à tarde!
Sara : Nós não estávamos aos beijos! Estávamos a dar um abraço! Para quê esse filme todo?!
Harry : Está bem, está bem.
Sara, não disse nada mais, apenas pegou na sua mala e começou a caminhar pela areia. Enquanto caminhava, lágrimas rolavam pela sua face.
Harry – Sara espera!
Sara não ligou e continuou a andar. Começou por limpar as lágrimas que lhe caíam pela face. Harry conseguiu agarrar Sara pela mão, e voltou-a de maneira a que esta ficasse de frente para ele.
Sara : Deixa-me Harry… - Disse com a voz um bocado trémula.
Harry colocou a mão no queixo de Sara e puxou-a para cima. Sara, virou a cara.
Harry : Desculpa, não queria ser assim, mas vocês estavam de costas e… Pareceu mesmo que se estavam a beijar…
Sara : Pois, mas não estávamos.
Harry  : Desculpa-me! Eu amo-te!
Sara  : Magoaste-me muito. Não parecias nada o Harry que eu conheço, ou, conhecia…
Harry : Continua a ser o mesmo, mas que estava a ter um dia mau, porque foi parvo. Achas que não me vais conseguir perdoar?
Sara :  Não sei…
Harry não resistiu mais e beijou Sara. Esta nada fez porque era também o que ela sentia, por mais que quisesse ficar chateada não conseguia.
Harry :Fica comigo aqui mais um pouco. Está pôr do sol. – Sorriu.
Sara : Não mudas mesmo. – Riu-se baixinho.
Harry : Eu só mudo se tu quiseres. E se não quiseres é assim que vou continuar.
Sara  : Não quero que mudes. Muito menos por mim.
Harry :  Porque dizes isso?
Sara : Porque eu não te mereço, tu mereces melhor que eu.
Harry : Mas eu só te quero a ti, e mais ninguém.
Sara beija Harry e depois sentaram-se os dois na areia a ver o pôr do sol, bem agarradinhos um ao outro

Sem comentários:

Enviar um comentário